Um pastor de igreja evangélica localizada no município de Breves, no arquipélago do Marajó, foi condenado a 39 anos de prisão por estupro de vulnerável, exploração sexual e por possuir e armazenar pornografia infantil, com o agravante de que ele…

Acionado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Ministério Público Federal recomendou ao prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, medidas efetivas para que os responsáveis pelo edifício conhecido como Bloco B da Assembleia Paraense assegurem a manutenção emergencial do…

Na quarta-feira passada (22), operários e servidores ligados à execução da reforma e readequação do Palácio Cabanagem almoçaram com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Chicão, que preferiu essa forma de reunião para agradecer pelo compromisso com o trabalho e…

Nunca reclamem de barreiras de fiscalização no trânsito. Graças aos agentes do Detran-PA um homem vítima de sequestro foi resgatado ileso ontem à noite, por volta das 23h, na rodovia BR-316. Conforme relato do coordenador de Operações do Detran-PA, Ivan…

Dia de encantarias

Os povos celtas, que habitavam região da França e da Inglaterra entre os anos 600 a.C e 800 d.C, muito apegados à natureza, deram origem à tradição do Dia da Bruxas, chamado Samhain, que significa “fim do verão” e que para eles era também o fim do ano. O costume, relacionado ao culto aos mortos e reverência ao céu e à terra, sofreu influência dos romanos e da Igreja. A festa pagã virou assim o Halloween (que vem de “All Hallow’s Eve” ou “Hallow Evening” – alusão à vigília de todos os mártires ou santos, que antecede o Dia dos Mortos do calendário católico), popularizado pelos EUA.
 
A associação da data com a feitiçaria ganhou força na Europa a partir da Idade Média, com as perseguições às bruxas (pessoas que supostamente praticavam magia).
No fim do século 17, Salem entra definitivamente nessa história com os acontecimentos macabros que acabaram dando notoriedade sinistra à cidade. Por conta de pura superstição, uma onda de terror se impôs, gerando perseguição, prisão, julgamento e condenação à morte de pessoas, a maioria mulheres, acusadas de bruxaria. A histeria durou um ano – os últimos julgamentos ocorreram em 1692 –, até que uma lei libertou os presos e proibiu o processo por essa acusação em todo o território americano.
O episódio inspirou, no início dos anos 50, a peça As Bruxas de Salem (The Crucible, no original), de Arthur Miller, que ele mesmo adaptou para o cinema em 1996, no filme dirigido por Nicholas Hytner e estrelado por Daniel Day-Lewis e Winona Ryder.
 
Mas, como diz o jornalista Ancelmo Gois, Halloween é o cacete! Temos Saci Pererê, Boitatá, Matinta Perera, Curupira…E quem estiver em Belém do Pará pode ir hoje ao Ver-o-Peso conferir as mandingas, encantarias e poções mágicas, qualquer problema tem solução. Há preparados indicados para resolver traição, solidão, saudade,  espantar mau olhado e curar doenças. De quebra, atrair bons negócios e até um amor. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *