0
Na Conselheiro, entre Alcindo Cacela e 14 de Março, onde há um prédio em construção, todo dia uma longa fila de betoneiras (caminhões que preparam concreto) atravanca o trânsito que, quando chove, fica infernal. A Ctbel finge que não vê e nada sabe. Aliás, as construtoras fazem o que bem entendem em Belém. Por que será, hein?
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Oi/Velox/Telemar se lixa para clientes

Anterior

O Exame da OAB

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *