Governador do Pará e presidente do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, Helder Barbalho está com agenda intensa em Brasília, e em reunião com Lula nesta sexta-feira (27) apresentou documento proposto pelo CAL. Para o desenvolvimento regional do bioma amazônico,…

O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Descaso total

Está ficando impossível aproveitar a praia em Salinópolis. Nenhum órgão federal, estadual ou municipal fiscaliza muito menos impede a ocupação desordenada da areia, a imundície causada por barraqueiros e veranistas, e o Detran e a Polícia Rodoviária Estadual, apesar das décadas de experiência, ainda não aprenderam a orientar o trânsito de maneira eficaz. O resultado são praias poluídas, contaminação em massa e engarrafamentos infernais. As ruas da cidade estão destruídas, e as poucas em boas condições foram asfaltadas recentemente pelo governo do Estado. As barracas do Maçarico, que resgatavam a identidade cultural local, batizadas com nomes que remetem à história do município, estão totalmente descaracterizadas e horrorosas, com plásticos para barrar a ventilação e placas que destoam completamente do projeto original. 

Como é que o turismo pode alavancar o município e o Pará, em tais condições?

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *