Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

Deficiência de caráter

Sempre imaginei que o deputado Vic Pires Franco precisasse de ajuda médica.

No entanto, percebo agora, o problema dele não tem cura: é deficiência, mesmo, de caráter.

Como bem lembra a Franssinete, Vic vive falando mal dos “ladrões da honra alheia”.

No entanto, ele é que é useiro e vezeiro em tentar emporcalhar as pessoas com a mesma lama na qual chafurda.

O pior é que Vic parece não perceber o ridículo a que se expõe.

Menino mimado, passou dias falando mal do café com a governadora, só porque não foi convidado.

Depois, começou a levantar suspeitas sobre os blogueiros que comparecessem à entrevista.

Ofendeu, em suma, a todos os convidados. De forma criminosa, insinuou que estávamos à venda, simplesmente por cumprirmos um dever de ofício: informarmos os leitores.

Não cumpri esse dever, como já disse no post abaixo.

Mas, parabenizo os que estiveram lá.

Lamento pelo Vic, que, hoje, me parece um enorme desperdício de talento.

Tem faro jornalístico, escreve bem, tem excelentes fontes; poderia, simplesmente, se transformar no melhor repórter político deste estado.

Infelizmente, o caráter, tão ruim que até enoja, não lhe permite isso.

Daqui a minha solidariedade à Franssinete, que o deputado vem ofendendo como profissional, como ser humano e até em sua condição feminina.

Lamento que um parlamentar tenha tão pouca noção da dignidade do cargo que ocupa, a ponto de se prestar a esse tipo de coisa.

Lamento, finalmente, pela Valéria, que parece destinada a carregar esse carma.

(Jornalista Ana Célia Pinheiro, em post no seu
blog A Perereca da Vizinha, do qual é editora).

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *