A desgraça sempre chega a galope, mas tudo o que é bom se arrasta indefinidamente no Brasil, o país dos contrastes e contradições, rico por natureza, com poucos bilionários e povo abaixo da linha da pobreza. Parece inacreditável, mas tramita…

O prefeito de Oriximiná, Delegado Willian Fonseca, foi reconduzido ao cargo pelo juiz titular da Vara Única daComarca local, Wallace Carneiro de Sousa, e literalmente voltou a tomar posse nos braços do povo. Era por volta do meio-dia, hoje (26),…

A equipe multidisciplinar do centro obstétrico da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém (PA), vivenciou uma experiência rara e emocionante: o parto empelicado. Imaginem um bebê nascendo dentro da placenta intacta, com os movimentos visíveis, praticamente ainda…

Em ação civil coletiva do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem, Técnico Duchista, Massagista, Empregados em Hospitais e Casa de Saúde do Estado do Pará, na qual o Ministério Público do Trabalho PA-AP atuou como fiscal da lei, a 2ª Vara…

Deficiência de caráter

Sempre imaginei que o deputado Vic Pires Franco precisasse de ajuda médica.

No entanto, percebo agora, o problema dele não tem cura: é deficiência, mesmo, de caráter.

Como bem lembra a Franssinete, Vic vive falando mal dos “ladrões da honra alheia”.

No entanto, ele é que é useiro e vezeiro em tentar emporcalhar as pessoas com a mesma lama na qual chafurda.

O pior é que Vic parece não perceber o ridículo a que se expõe.

Menino mimado, passou dias falando mal do café com a governadora, só porque não foi convidado.

Depois, começou a levantar suspeitas sobre os blogueiros que comparecessem à entrevista.

Ofendeu, em suma, a todos os convidados. De forma criminosa, insinuou que estávamos à venda, simplesmente por cumprirmos um dever de ofício: informarmos os leitores.

Não cumpri esse dever, como já disse no post abaixo.

Mas, parabenizo os que estiveram lá.

Lamento pelo Vic, que, hoje, me parece um enorme desperdício de talento.

Tem faro jornalístico, escreve bem, tem excelentes fontes; poderia, simplesmente, se transformar no melhor repórter político deste estado.

Infelizmente, o caráter, tão ruim que até enoja, não lhe permite isso.

Daqui a minha solidariedade à Franssinete, que o deputado vem ofendendo como profissional, como ser humano e até em sua condição feminina.

Lamento que um parlamentar tenha tão pouca noção da dignidade do cargo que ocupa, a ponto de se prestar a esse tipo de coisa.

Lamento, finalmente, pela Valéria, que parece destinada a carregar esse carma.

(Jornalista Ana Célia Pinheiro, em post no seu
blog A Perereca da Vizinha, do qual é editora).

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *