0
A CPI da Pedofilia encerra hoje sua primeira etapa, com uma audiência pública em Marabá. O relator da Comissão, deputado Arnaldo Jordy, líder do PPS, considera positiva a atuação porque despertou na sociedade o desejo de denunciar esse tipo de crime. Em 5 anos, dos 5 mil casos denunciados, menos de 100 pessoas foram sentenciadas, contra 57 sentenças somente em 2009. Em 8 meses de CPI o número de pessoas presas por abuso sexual contra crianças e adolescentes já superou o resultado alcançado em três anos. O relatório final deverá ser entregue no dia 09 de dezembro de 2009. Uma das ações já definidas é a criação, dentro da Comissão de Direitos Humanos da Alepa, de uma subcomissão para tratar exclusivamente de casos de exploração sexual infanto-juvenil.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Procissão rodoviária

Anterior

Coisas de Belém

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *