0
A qualidade no atendimento prestado pela Polícia Civil do Pará às crianças e adolescentes em Abaetetuba foi premiada pela OAB-PA, ontem, durante seminário de apresentação do relatório “Crianças e Adolescentes nas Delegacias: Atendimento e Políticas Públicas”. O trabalho é resultado de pesquisa realizada pela Comissão de Defesa da Criança e Adolescente da OAB durante visitas em unidades da Polícia Civil na capital e interior do Estado. Uma placa de homenagem foi entregue ao delegado Roberto Gomes Neto, titular da Delegacia de Atendimento ao Adolescente, de Abaetetuba.
O levantamento apontou que a unidade policial apresenta a estrutura física mais adequada para prestar atendimento a crianças e adolescentes vítimas ou infratores. Nesse local, a Justiça utiliza o sistema do depoimento sem dano – aquele em que a vítima é ouvida por equipe técnica formada por representantes do MP e Judiciário, evitando que a vítima preste o mesmo depoimento mais de uma vez.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

PM cidadã

Anterior

No âmago do Judiciário

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *