0
Hoje é uma boa data para lembrar que é preciso proporcionar educação, alimentação, abrigo, saúde, esporte, cultura e lazer para todas as crianças, garantir que sejam tratadas com dignidade e respeito.
Em Belém, vários bairros dos mais populosos não têm sequer uma pracinha para que as famílias levem seus filhos para brincar, um mísero parquinho com brinquedos para se embalar, uma quadra para que possam se exercitar!
Esses equipamentos custam tão pouco e podem resgatar cidadãos. Pense nisso, prefeito. O senhor já foi pobre, sentiu na pele o que é ser criança em um mundo cão. A faca e o queijo estão nas suas mãos, por que não trabalha para mudar essa dramática realidade, no município que lhe deu dois mandatos?
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

XXVI Expofama

Anterior

Efeito bumerangue

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *