0

Na próxima terça-feira, às 14:30 horas, será inquirido publicamente pela CPI do Tráfico Humano da Alepa Edson dos Santos Carneiro Júnior (Biane), denunciado por aliciamento de menor travesti para São Paulo, além de uma testemunha importante para os trabalhos de investigação, em reunião reservada.
Uma audiência pública será realizada em Bragança, nos dias 25 e 26/08, na Câmara Municipal, a fim de investigar denúncias da Comissão de Justiça e Paz da CNBB acerca de muitos casos de exploração sexual de mulheres. Serão ouvidos todos os envolvidos no inquérito policial presidido pela delegada Vanessa Lee, que investiga tráfico de drogas e de mulheres do município para a Guiana Francesa e o Suriname.
Em Marabá, a reunião pública vai ocorrer dia 17 de setembro. Os deputados ouvirão o empresário Ronildo Borges de Souza (Batata), responsável pela ida de jovens jogadores de futebol do Pará encontrados em moradias insalubres, na Baixada Santista, em São Paulo.
Em Portel, a audiência pública está prevista para 29 e 30 de setembro, quando haverá oitiva de testemunhas sobre o caso de Lia Daniela, aliciada para a Espanha sob promessa de emprego, que acabou em rede de prostituição e se tornou usuária de drogas. Os parlamentares ouvirão, ainda, representantes do Conselho Regional de Assistência Social do município sobre tráfico de mulheres para Caiena e Paramaribo.
A CPI vai também a Caiena, apurar os casos denunciados pelo Bispo local, Dom Emmanuel Lafont, sobre milhares de jovens paraenses exploradas sexualmente nos garimpos. 
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Faxina na Alepa

Anterior

Orelhada cara

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *