0
O senador Alfredo Nascimento (PR-AM), que assumiu o Ministério dos Transportes pela terceira vez, reconheceu em seu discurso na transmissão de cargo a inversão na matriz logística nacional – privilegia rodovias -, prometeu trabalhar para mudar o cenário e investir em ferrovias e aproveitar melhor os rios.
Mas só falou em concluir a ferrovia Norte-Sul no primeiro semestre deste ano e a Transnordestina em 2012 e o leilão do trem-bala entre São Paulo e Rio de Janeiro.
De hidrovias, necas!
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Falta de cidadania

Anterior

Hospitais & MPF

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *