0
Atenção, vaidosos exacerbados, com médicos fazendo plásticas sem especialização na área. Há pouco foi preso em Castanhal o falso cirurgião plástico Agnelo da Rocha Neto, 43 anos. Em Macapá (AP), deixou uma série de vítimas com os corpos deformados. Fugiu de lá e passou a exercer a medicina em clínicas e hospitais no interior do Pará.
O fato chama a atenção também para clínicas de estética que fazem peelings e lipoaspiração por pessoas não habilitadas, o que é extremamente perigoso, além de ilegal.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Denunciem!

Anterior

Vai-se o primeiro

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *