A Prefeitura de Belém está convidando os moradores da Cidade Velha à Consulta Pública sobre a reforma e revitalização do prédio ao lado da Igreja da Sé, onde por muito tempo funcionou a Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel).…

As eleições de 2022 coincidem com o bicentenário da Independência e os 90 anos de conquista do direito do voto feminino, ocorrida em 24 de fevereiro de 1932. Durante todo o Império, as brasileiras não puderam votar e somente 43…

O Ecomuseu da Amazônia, da Fundação Escola Bosque (Funbosque) promoveu no domingo, 25, na Ilha de Cotijuba, o roteiro patrimonial, pelo encerramento da 16ª Primavera dos Museus. Os visitantes conheceram o pólo do Ecomuseu, a história de Cotijuba, que passa…

A prefeitura de Portel, em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, lançou na sexta-feira passada (23) o projeto Marajó Sustentável, aliado ao Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva da Seringueira no Estado do Pará…

Construindo e Reconstruindo o Texto

FOTO: RAI PONTES/SEDUC
As escolas estaduais do Pará fizeram bonito na redação do Enem. Uma história de sucesso que merece ser contada é a do projeto “Construindo e Reconstruindo o Texto”, desenvolvido desde 2016 na “Albanízia de Oliveira de Lima”, em Belém, pela professora Ione Franco. Ela notou que os estudantes construíam textos sem argumentação e o cuidado necessário. Trabalhando referenciais e argumentação do ponto de vista filosófico, histórico e sociológico, além da linguagem, deu aos alunos uma visão de mundo, estimulando reflexão não restrita a construção de textos e útil para o dia a dia deles.  Daí que Gabriel Braga, de 17 anos, alcançou 920 pontos na prova de Redação do Enem. Marcelly Miranda, 900 pontos; Fernanda Silva, 880; Thayanne Correa, 860; Ana Carolina Viana, 840 pontos; Luane Aragão e Matheus Novaes, 820 pontos. Vale registrar o importante trabalho de leitura feito pelo escritor Ronaldo Franco, que é marido da professora Ione, medalhado na escola Albanízia como “Amigo da Escola”, e que presta serviços culturais na capital e em todo o interior, inclusive através do projeto Biizzu, da Secretaria de Comunicação do Governo do Pará.

Já os alunos da Escola Mário Brasil, em Garrafão do Norte, em julho, participaram do cursinho Pró-Enem promovido pela escola e que envolveu as famílias, de domingo a domingo, em pleno período das férias escolares.
E o resultado foi que Juaney Romão da Silva alcançou 900 pontos; Izadora Gomes Chaves conseguiu 820; Antônia Nádia Monteiro (740 pontos) e Oscar Almeida Aguiar (720 pontos).

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *