A empresa de ônibus Belém-Rio, que faz a linha para o distrito de Outeiro – Ilha de Caratateua, em Belém, aparentemente está falida e reduziu pela metade a sua frota, causando enorme sofrimento aos usuários do transporte coletivo. O serviço,…

A Cosanpa abriu nada menos que seiscentos buracos imensos nos bairros mais movimentados de Belém, infernizando a vida de todo mundo com engarrafamentos e causando graves riscos de acidentes, principalmente porque chove sempre, e quando as ruas alagam os buracos…

O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Castanheiras de Oriximiná

Os platôs Almeidas e Aviso, localizados na Floresta Nacional Saracá-Taquera, no distrito de Porto Trombetas, município de Oriximiná-PA, têm castanheiras nativas com significativas diferenças demográficas. É o que revela o estudo “Densidade, estrutura e distribuição espacial de castanheira-do-brasil (Bertholletia excelsa H. & B.) em dois platôs de floresta ombrófila densa na Amazônia setentrional brasileira”, publicado na mais recente edição do Boletim de Ciências Naturais do Museu Paraense Emílio Goeldi. O estudo avaliou a abundância, a distribuição espacial, a estrutura em diâmetro, altura e idade de castanheiras nativas dos dois platôs.
No Almeidas, com 763 hectares, foram encontradas 1.140 castanheiras, sendo nove centenárias, com diâmetros acima de 300 cm, fato considerado raro nos dias atuais pelos especialistas, enquanto que no Aviso, que é maior, com 1.365 ha., foram identificados apenas sete exemplares.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *