Nesta quinta-feira, dia 21, até o sábado, 23, a Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Pará oferece os cursos de qualificação e atualização do projeto Forma Alepa/Elepa Itinerante em Santarém, atendendo toda a região do Baixo Amazonas, abrangendo também…

Em reunião conjunta das Comissões de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO) e de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (18) foi aprovado o projeto de lei nº 363/2021, que autoriza o Governo do Pará a contratar operação…

Não houve o célebre círio fluvial de Oriximiná no rio Trombetas este ano, por causa da pandemia, mas a imagem de Santo Antônio flanou pelas águas, levada pela comunidade de várzea do Rio Cachoeiry, que celebrou o verão depois da…

Aprender mais sobre as boas práticas Lixo Zero e como aplicá-las no dia a dia, repensando hábitos de consumo e inspirando a população a enxergar os seus resíduos com dignidade é o que propõe a programação que acontecerá entre os…

Caldeirão cultural

“Temos no Pará um fenômeno interessante. O ‘Pará dos Ribeirinhos’, que corresponde à colonização aos séculos XVII e XVII, a mais antiga do Estado”. Vigia, Óbidos e tantas outras, todas com intima relação com o rio. Temos também o Pará do século XIX, aquele na qual as povoações se formaram à margem da Estrada de Ferro Belém/Bragança, onde citamos Bragança, Santa Maria, Capanema, Castanhal – grande pólo dessa época. Outro Pará é aquele do final do século XIX e início do século XX, onde identificamos a região do Araguaia, que sofre muita influência dos Estados do Maranhão e Goiás. E por fim o Pará que surge no coração do século XX, com os grandes projetos. É o Pará da região sul. Aí temos paisagens culturais diferentes”. (Anaiza Virgulino, doutora, antropóloga e folclorista especializada em religiosidade, no seminário “Diversidade Cultural: Culturas Híbridas”,explicando a nossa miscigenação cultural). Leia mais em www.uruatapera.com, na seção “Últimas Notícias”.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *