0
A Praça Waldemar Henrique, além de suja e mal ajambrada, agora está cheinha de barracas de camelôs, permitidas por Dudu, O Ausente, que vai fazer mais um de seus eventos de R$1,99 lá. Na casinhola horrorosa da Ctbel no cruzamento da Assis de Vasconcelos com a Marechal Hermes, ficam os guardas, que não veem caminhões de bebidas atravancando o trânsito a 10 metros, dia e noite. Ligam o pisca alerta e quem quiser que desvie.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Bola de volta

Anterior

Posse no Banpará

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *