0
Acabo de vir da UFPA, pela Av. Bernardo Sayão, pedaço mais típico de Nova Délhi em nossa Belíndia parauara: caminhões baú, carretas, carroceiros, carrinheiros, todos engarrafados e tentando passar uns sobre os outros, palafitas sobre a lama e lixo, muito lixo, crianças brincando sobre dejetos, rua esburacada e lombadas impensáveis… oh, Deus, estará Belém sob um castigo bíblico?!
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Revelações do Idesp

Anterior

Plebiscito em todo o Pará

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *