0

O pesquisador
Vicente Salles, antropólogo, folclorista, historiador da cultura, musicólogo, jornalista,
cientista social, escritor e poeta, vai ser agraciado, com muita justiça, com o
título de
Doutor Honoris Causa pela
UFPA.
 
Mente
privilegiada, brilhante, inovador, Vicente Salles tem, aos 80 anos, a
capacidade admirável de ser jovial, simples, curioso, alegre e aberto, sem
ranço academicista – o que se evidencia pela valorização da caricatura, da
história do humor – artistas do traço e da troça, como diz -; forte e atuante
no pensar e ainda lutar contra os atentados à memória cultural, denunciando com
a vigor a penalização que o prefeito Duciomar Costa impõe ao Instituto
Geográfico do Pará, um órgão que preserva a memória do município com importante
acervo museológico que o prefeito de Belém tem a obrigação de proteger e
preservar.
Parauara
de Igarapé Açu, Vicente Salles é um homem universal, um iluminado. Em 1954, quando
o Theatro da Paz foi restaurado, jogaram muitos documentos. Pois ele foi lá e
recolheu preciosidades da cultura paraense.
O Acervo
Musical da Coleção Vicente Salles, com cerca de 7 mil títulos entre discos,
fitas cassetes, fotas de rolo, vinis, CDs, livros e partituras editadas e
originais de grandes nomes da música regional 
estão disponíveis para consulta na biblioteca do Museu da Universidade
Federal do Pará (de segunda a sexta, das 9 às 17 horas, na Av. José Malcher, 1192
– entrada pela Generalíssimo Deodoro -, bairro de Nazaré, em Belém-PA).
O
material resgata documentos desde 1880 até os dias atuais. O maestro Jonas
Arraes, coordenador do Projeto
Recuperação e Difusão do Acervo Musical da coleção Vicente Salles da Biblioteca
do Museu da UFPA
, elaborado em 2006, venceu concurso nacional e conquistou
patrocínio da Petrobras e Lei Rouanet. De fevereiro de 2007 a junho de 2008,
uma equipe multiprofissional com mais de 20 musicólogos, bibliotecários,
fotógrafos e técnicos de diferentes áreas trabalhou na preservação e
organização do material, que reúne de relíquias dos séculos XIX e XX a
gravações de Pinduca e Waldemar Henrique. Tudo colecionado por Vicente Salles,
que até hoje contribui e muito com suas pesquisas.
Assistam
a Vicente Salles falando de seu trabalho e projetos futuros.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

A Bandeira e o Hino do Pará

Anterior

Círio de Santarém

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *