A igreja de São Francisco de Assis em Belém do Pará, carinhosamente chamada pelos fiéis de "Capuchinhos", completará cem anos de sua inauguração em 02 de outubro de 2022. A abertura oficial das festividades será com um concerto na igreja…

O trânsito continua matando mais do que muitas guerras. A administradora Gina Barbosa Calzavara, coordenadora dos bosquinhos da Universidade Federal do Pará, fez uma emocionante homenagem à memória do jovem Jean Serique Lameira, esportista do ciclismo e que também usava…

O Laboratório de Engenharia Biológica do Parque de Ciência e Tecnologia - PCT Guamá está estudando o sequenciamento genético do açaí, de modo a assegurar a rastreabilidade de ponta a ponta na cadeia produtiva e padrões de qualidade para os…

A Lei estadual nº 9.278/2021, que entrou em vigor em 30 de junho deste ano, instituindo a obrigação de que pessoas residentes em condomínios, conjuntos habitacionais e similares comuniquem à Polícia Civil, de forma imediata, qualquer tipo de agressão praticada…

Atropelamento com vítima fatal em Portel

A população de Portel, município do arquipélago do Marajó, está revoltada com a falta de fiscalização no trânsito e de providências do poder público quanto aos acidentes graves que têm acontecido. Por volta das 20h da sexta-feira dia 11 de agosto, o sobrinho do frei Antonio – que é pároco de Santana, em Breves, outro município marajoara – estava com seu filho de seis aninhos em frente ao parque de diversão, sentados em sua moto junto à calçada. Naquele horário havia muitas crianças brincando no local. Foi então que uma moto em alta velocidade, com dois adolescentes distraídos, atropelou pai e filho. O sobrinho do padre faleceu ao chegar ao hospital. A criança está muito machucada. Os familiares, acompanhados pelo advogado Evandro Cruz, foram à delegacia mas não  mas não conseguiram fazer BO, foram informados de que o delegado não iria atender naquele dia, só na quarta-feira, 16, após o feriadão. 

O padre Antonio me enviou as fotos do pequenino (posto apenas uma, do pezinho), que ficou internado no hospital municipal de Portel. O religioso clama por justiça. Uma vida foi ceifada, a criança ficou órfã e mutilada, e até agora nada foi feito. 

Alô, Polícia! Alô, MP!

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *