Quando todos apostavam em uma radicalização que causasse esgarçamento das relações empresariais na cúpula das indústrias instaladas no Pará, a diretoria da Federação das Indústrias do Estado do Pará, liderada por José Conrado Santos e José Maria Mendonça, deu uma…

Os botânicos Fúvio Oliveira e Rafael Gomes, doutorandos do Programa de Pós-graduação em Botânica Tropical do Museu Paraense Emílio Goeldi e Universidade Federal Rural da Amazônia, concorreram com 86 jovens cientistas do mundo inteiro e estão entre os 23 contemplados…

Na próxima terça-feira, dia 16, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Chicão, deverá incluir na pauta do plenário a apreciação do Processo nº 7/2022, encaminhado pelo Tribunal de Contas do Estado, tratando da prestação de contas do Governo do Pará…

Liderados pelo presidente da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), promotor de justiça Manoel Murrieta, que é paraense, promotores, procuradores, juristas e convidados do Brasil inteiro irão reafirmar o compromisso institucional do Ministério Público e o seu papel…

Alô, PF!

Vejam que problemão: um político muito conhecido, atualmente ancorado numa das mais cobiçadas prefeituras paraenses, passou por uma situação constrangedora, no término do expediente de uma sexta-feira, diante de um gerente de banco, numa bem frequentada agência da área nobre da capital. É que ele recebeu um sonoro não à sua proposta de que o banco fizesse o favor de guardar, sem os devidos registros contábeis, a quantia de R$ 5 milhões que tinha na pasta. É que ainda seriam necessários alguns dias para que a pequena (?) fortuna fosse convenientemente convertida em alguma moeda forte – dólar ou euro – para que seguisse o caminho da segurança de um paraíso fiscal qualquer.Temeroso de que a operação – atípica para dizer o mínimo – pudesse ser descoberta, o até então prestimoso gerente não teve como tirar seu amigo do aperto. As fontes do blog ainda não descobriram se a dinheirama migrou para outro banco ou se forrou, durante todo um final de semana, o colchão do tal político multimilionário.
(Jornalista Aldenor Jr., em seu blog Página Crítica).

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *