0
Médicos estão se descredenciando aos montes da Unimed Belém, que vem multiplicando o número de usuários. Esta conta não bate e vai acabar mal. Ao invés de remunerar dignamente os profissionais associados, a entidade gasta milhões com patrocínios de eventos e viagens que nada têm a ver com a sua missão e finalidade. O Ministério Público deveria investigar essa situação, é a saúde pública que está em jogo, literalmente.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Ação ambiental

Anterior

Baixo IDH

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *