0

Se a prefeitura ama Belém, por que não começa limpando a cidade, desobstruindo as calçadas para que os pedestres as usem, ao invés dos camelôs, e os canteiros abriguem flores e não quiosques de taxistas? Pense, prefeito, menos gente morrendo atropelada, mais saúde, mais turistas, mais serviços, mais beleza na vida de cada cidadão, não valem a pena?

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Alô, Prefeito

Anterior

Luso-brasileiro

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *