Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Batizada de sagui-de-Schneider (Mico schneideri), em homenagem ao pesquisador brasileiro Horácio Schneider (1948-2018), geneticista da Universidade Federal do Pará e pioneiro da filogenética molecular de primatas, a descoberta alvoroçou a comunidade científica internacional. A nova espécie de sagui amazônico do…

Pará não se mexe para vaga na ANM

Os data rooms das mineradoras já estão no espaço, nem ficam mais nos escritórios. E o DNPM está sucateado, fazendo tudo em papel. A MP 791 cria a Agência Nacional de Mineração, destinada a implementar políticas mineradoras, a normatização, a gestão de informações e a fiscalização do uso dos recursos minerais do País.  Mas o prazo para a discussão da Medida Provisória já esgotou e foram raras as audiências, muito menos tiveram a amplitude necessária a um tema de interesse nacional. O Pará, que em 2018 passará a ser o maior Estado minerador do Brasil, até agora não se posicionou de maneira firme para garantir pelo menos uma vaga das cinco diretorias da Agência. A consequência dessa inércia será funesta. Mais uma vez, os mais altos interesses parauaras estão sendo relegados a segundo plano. Depois do leite derramado, não vale chorar.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *