A sesquicentenária samaumeira que perdeu seus galhos na madrugada desta segunda-feira (6) é memória afetiva de todos os paraenses e até de gente de fora do Pará e do Brasil que frequenta Belém durante o Círio de Nazaré. Localizada em…

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará oficializou o resultado da eleição suplementar em Viseu 39 minutos após o encerramento da votação. Foi eleito prefeito Cristiano Vale (nº 11 – PP – Voltando pra Cuidar da Gente) e vice-prefeito Mauro da…

Nem bem foi inaugurado, e ainda faltando a instalação dos bancos e finalização, o calçadão da Avenida Beira-Mar, em Salinópolis, sofreu diversas avarias. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras acionou a empresa responsável pela obra, que está executando ações…

A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Dica de teatro

O espetáculo teatral “Maiandeua” retrata as crendices populares e o mundo dos encantados, como o boto e a jarina. Conta a história de Joana da Barca, uma jovem que sumiu aos 12 anos, ao ser levada por seres encantados quando caiu em um rio da Amazônia. Sete anos depois, ela reaparece cheia de encantos, para buscar o amor do passado, Pedro, e levá-lo para a Ilha de Maiandeua, um local onde apenas seres especiais podem habitar.
A história de amor e os conflitos entre a ciência e a mitologia se passa na década de 40, na Vila da Barca, um dos antigos mocambos de Belém, repleto de palafitas, pontes e casebres, misturando encantarias com os problemas cotidianos do local, fruto do descaso das autoridades.
Montado pelo Grupo de Teatro de Porão da Unipop, o espetáculo tem a direção do arte-educador e historiador Alexandre Luz e é uma adaptação do texto, de mesmo título, do autor paraense e imortal da Academia Paraense de Letras Levy Hall de Moura.
Maiandeua” fica em cartaz, em Belém, de hoje a sábado, 19, às 20 horas, no Porão Cultural da Unipop (Av. Senador Lemos, entre Dom Pedro I e Dom Romualdo de Seixas, bairro Umarizal).

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *