Notícias

MUDANÇAS NA PRAIA DO ATALAIA

Clique para ampliar a imagem Salinas, no nordeste do Pará, já experimentou as mudanças no acesso de veículos à praia do Atalaia, no último fim de semana. O acesso dos carros à área foi alterado para garantir a segurança dos banhistas, prevenindo acidentes e também evitando os casos de atolamento de veículos com a maré alta. A ação é coordenada pelo governo do Estado, em parceria com a Superintendência do Patrimônio da União (SPU) e Prefeitura de Salinas.

Segundo o secretário adjunto operacional da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), tenente coronel Mário Solano, responsável pela operação no balneário nesta Operação Verão na Paz, a aceitação dos motoristas e banhistas tem sido muito boa. “Estamos fazendo a orientação aos motoristas de forma conjunta com o SPU, Departamento de Trânsito (Detran) e bombeiros em toda a área da praia. A única coisa que percebemos foi a necessidade de permitir o estacionamento dos carros nas barracas que estão alinhadas e regulamentadas. As outras barracas não podem receber veículos, pois eles correm o risco de ficar presos com a maré cheia. A prioridade é garantir a segurança dos pedestres e banhistas, orientando os motoristas e coibindo a circulação do moto quadriciclos. Estes veículos são permitidos apenas na área da praia dedicada aos esportes”, explica o secretário.

Orientação - O planejamento do trânsito da praia do Atalaia inclui a sinalização do acesso com bandeiras de cor laranja, sendo que a entrada e saída somente é possível pela rampa do Atalaia, barraca do Paulista e pelo Atalho. Os veículos poderão acessar a praia e se instalar nas áreas delimitadas pelas barracas. Outra novidade este ano é a proibição de quadriciclos, triciclos e outros equipamentos de lazer na praia. Esses veículos só terão o trafego permitido na região da ponta da Sofia.

Também será proibido o estacionamento nas laterais do Atalho, entre a barraca do Paulista e Mazola, de modo a facilitar a entrada e saída de veículos. A praia do Farol Velho terá uma única via de entrada e saída. “Todo planejamento foi feito em parceria com barraqueiros e representantes de órgãos públicos a fim de garantir da segurança e tranquilidade dos veranistas”, ressalta Mário Solano.

Além das normas de segurança, o veranista também conta com informações sobre a cheia das marés, com alarme e panfletagem no balneário. “É uma forma de garantir que os veranistas não sofram dano patrimonial em razão da falta de informação sobre o horário das marés”, explica a superintendente de Patrimônio da União, Maria Aparecida Cavalcante.

As ações em Salinas fazem parte da Operação Verão na Paz 2014, promovida pelo Sistema Estadual de Segurança Pública e Defesa Social. O planejamento envolve quase 3,5 mil agentes, que estão presentes em 56 municípios e 106 localidades distribuídas em todo o Estado este mês. O esquema de segurança envolve ações preventivas, ostensivas, de resgate, salvamento e fiscalização, que serão desenvolvidas durante todo o veraneio. A operação segue até o dia 4 de agosto e será intensificada nos balneários que recebem grande fluxo de veranistas.

Fonte: Diego Andrade
Data da publicação: 01/07/2014

 

        Imprimir página