Gastronomia

CRIE SEUS COQUETÉIS

Clique para ampliar a imagem Querem aprender as manhas de preparar um bom drinque apenas por esporte, para utilizar o conhecimento em festinhas particulares ou jantares com os amigos? Então sigam as dicas:
• O primeiro princípio é básico: não se deve misturar ingredientes na coqueteleira ou no copo sem ter feito um teste antes. O conhecimento do sabor e do efeito que as combinações irão gerar é primordial para oferecer ao cliente um produto de qualidade.

• Os drinques nunca devem ser deixados prontos. As bebidas têm que ser servidas e feitas na hora, para não estragar o sabor e o visual do coquetel.

• Os destilados devem vir acompanhados de água, já que as bebidas deste tipo acabam desidratando quem as toma.

• Antes das refeições devem ser evitados os coquetéis muito doces. Eles devem servir para abrir o apetite e uma bebida muito açucarada pode agir de forma contrária, deixando a sensação de satisfação.

• O aspecto visual conta tanto quanto o sabor. Já está comprovado que a aparência aguça o paladar. Preste atenção máxima à aparência de seus drinques, cuidando para que eles estejam sempre apropriados ao público e ao local.
Se quiserem dar o primeiro passo por conta própria, podem começar por uma receita simples e ao mesmo tempo clássica e sofisticada: o dry martini.

Ingredientes:

• 2 colheres (chá) de vermute seco
• 3 colheres (sopa) de gim
• 1 azeitona (que não seja conservada em óleo)

Modo de preparo:

• Coloque uns três ou quatro cubos de gelo no copo misturador.
• Adicione o gim e o vermute e mexa suavemente com uma colher de cabo de longo.
• Coe a mistura em uma taça de haste fina, previamente resfriada.
• Acrescente a azeitona e pronto!




        Imprimir página